Santa Rita Hoje - Site de notícias

14/10/2017 09:53

Governo realiza primeira jornada de profissionais e estudantes da área técnica da Paraíba

Alunos de escolas estaduais participaram nesta sexta-feira (13) da 1ª Jornada de Profissionais e Estudantes da Área Técnica da Paraíba. O evento ocorreu no auditório da Escola Técnica Cidadã Integral, em Bayeux, e conta com a participação de mais cinco escolas: Escola Técnica Integral e da Escola Sesquicentenário, de João Pessoa, Escola Luiz de Azevedo Soares do Tibiri 2 em Santa Rita, Escola Irineu Pinto de Bayeux e do Sesi de Bayeux. O evento é uma promoção da Secretaria de Estado da Educação (SEE).

A abertura do evento ocorreu com a apresentação do Quinteto de Sopro da Gerência de Bandas Marciais/SEE, que apresentou músicas antigas e atuais e foi bastante aplaudido pela plateia, que interagiu com os músicos em alguns momentos.  Em seguida, o secretário de Estado da Educação, Aléssio Trindade, fez a abertura oficial, com a palestra sobre Educação Profissional no Estado da Paraíba. Ele deu boas vindas aos presentes e parabenizou a organização pela iniciativa de reunir as experiências técnicas das unidades escolares, para melhor desenvolver o trabalho pedagógico e aprender cada vez mais com essa interação.

O secretário falou sobre a expansão do modelo de escolas cidadãs integrais no Estado, implantado em 2016 com oito escolas, que em 2017 está funcionando em 33 e em 2018 passará para 100 escolas nessa modalidade de ensino. “O modelo de escola integral gera protagonismo juvenil e a interação entre as escolas é muito importante para que esse protagonismo seja direcionado incentivando o empreendedorismo, fazendo o diferencial na Educação do Estado”, ressaltou Aléssio Trindade.

O aluno do 2º ano do curso de Design de Móveis Gabriel da Silva Santos, da EECIT de Bayeux, atuou no evento também como mestre de cerimônia, uma atribuição adquirida na escola, que ele já inclui no seu currículo técnico. Para ele, “a Escola Cidadã Integral dá essa oportunidade ao aluno, a importância do crescimento do protagonismo juvenil e da interação entre as escolas, por meio desses eventos, que hoje tenho a honra de apresentar e isto é muito importante para minha vida enquanto estudante e pessoa, levando em conta também as demais disciplinas ministradas por professores qualificados, que suprem as deficiências que eventualmente o aluno tenha no Ensino Fundamental. Isso transforma o aluno como profissional e como cidadão”, observou.

O estudante do 3º ano Ítalo Leoni Onofre, da EECIT de Bayeux, considera o projeto de Escolas Cidadãs como “uma oportunidade dos jovens se encontrarem e promoverem uma escola que tenha uma característica jovem. É um modelo que incentiva buscar nossos sonhos e a ser protagonistas da própria vida. A interação entre as escolas cidadãs também é muito importante pela troca de experiências”, destacou o aluno.

A programação contou com palestras sobre: Ciência e Religião e Desafio da Carreira de um Técnico em Mecânica proferida pelo professor Glício Freire; Desafios da Carreira de Técnico em Mecânica por Arthur Alves; Ecodesigner: Use e reuse pela professora Keline Arlen; Fórmula SAE, profissão e mercado pelo professor Felipe Macedo; aplicação do Arduíno na Mecânica e no Design de Móveis pelo professor Josemberg de Carvalho; Problemas causados pelo descarte inadequado do óleo lubrificante e a importância do gerenciamento ambiental pela professora Denise Barros; Carros Híbridos e Elétricos pelo professor Gabriel de Sá e a apresentação do projeto piloto de articulação do setor produtivo e a EECIT de Bayeux.